domingo, janeiro 27, 2019

Não largo do osso. Nesse caso, um osso passou a se tornar um filé. Não era mesmo um trabalho para se avançar precipitadamente, por isso, e...

Não largo do osso. Nesse caso, um osso passou a se tornar um filé. Não era mesmo um trabalho para se avançar precipitadamente, por isso, engavetei-o no ano passado. A história precisava de retoques, um novo formato também, e, da mesma maneira, uma padronização definitiva na arte.

sexta-feira, janeiro 18, 2019

É sobre ela que me debruço quando me coloco a desenhar, pintar e quadrinizar. Tenho uma relação quase que sagrada com o trabalho que realiz...

É sobre ela que me debruço quando me coloco a desenhar, pintar e quadrinizar. Tenho uma relação quase que sagrada com o trabalho que realizo nela. Tanto que não a ocupo caso o afazer não se associe diretamente às minhas produções artísticas: como escrever uma carta, por exemplo; ou ler, empacotar, colar, cortar folhas, etc.


quarta-feira, janeiro 02, 2019

Raramente saio de casa sem levar minha mochila. Nela carrego zines, HQs, gadgats, óculos de sol, água e um guarda-chuva. Também é um hábit...


Raramente saio de casa sem levar minha mochila. Nela carrego zines, HQs, gadgats, óculos de sol, água e um guarda-chuva. Também é um hábito ter por perto os materiais de desenho mais básicos, para o caso de alguma ideia repentina ou momentos de ócio.

Tenho sempre comigo os sketchbooks e meu inseparável estojo, no qual estão as ferramentas necessárias para começar os rabiscos. Desenhar livremente é um proveitoso exercício de criação. Por exemplo, na HQ que tenho trabalhado nos últimos meses, as aparências dos personagens surgiram diretamente de meu sketchbook.