Asmopleon Danteredun: Daniel - Post Mortem

Daniel - Post Mortem



Em uma noite de bebedeiras, Daniel perambulou até uma casa de jogos, onde foi convidado a participar de uma partida de dados com três desconhecidos. Ao ser questionado sobre o que pretendia ter como prêmio, caso pudesse escolher qualquer dádiva possível a um homem, ouviu risos quando respondeu que seu maior desejo era o amor de uma jovem por quem era apaixonado. Os homens garantiram-lhe o coração dela, se Daniel vencesse a jogatina. Mas, se perdesse, deveria entregar o próprio mausoléu. O desafio foi aceito, um contrato assinado, e... Daniel perdeu. Assim, a sua morte foi adiada por tempo indeterminado, e ele passou a ser atormentado por visões do mundo espiritual e das criaturas que o povoam. Os vencedores da mesa revelaram a Daniel que, a partir daquele momento, ele sairia vitorioso em quaisquer jogos ou apostas com os quais se deparasse, porém, jamais poderia rejeitar um desafio, do contrário, seu amor perderia a vida no momento da recusa. Como estendeu os problemas que adquiriu até a uma inocente a quem só queria proteger, Daniel passou a buscar incessantemente um meio de reverter a maldição, embora os jogos nunca chegassem a um fim.